264º - São João Paulo II
(Karol Jozef Wojtyla)

 

S.S. São João Paulo II, nasceu em 18 de Maio de 1978, em Wadowice - Polónia, sendo filho de Karol Wojtyla, e de Emilia Kaczorowska. Recebeu o Santo Baptismo das mãos do Padre Franciszek Zak, em 20 de Junho de 1920, e o Sagrado Crisma em 03 de Maio de 1938. Estudou poesia e drama na Universidade Jagieloniana.
Durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), completou o curso universitário no Instituto Angelicum de Roma e doutorou-se em teologia na Universidade Católica de Lublin. Recebeu a Sagrada Ordenação Presbiteral em 01 de Novembro de 1946, das mãos de Sua Eminência Reverendíssima, o Principe-Arcebispo Monsenhor Adam Atefam Saphiera, na sua Capela particular. Foi Capelão universitário e professor de ética em Cracóvia e Lublin. Dom Saphiera, havia sido Ordenado ao Episcopado por Sua Santidade o Papa São Pio X, em 17 de Dezembro de 1911, na Capela Sistina, sendo o Príncipe-Arcebispo de Cracóvia, ascendendo a Cardeal em 18 de Fevereiro de 1946, pelas mãos de Sua Santidade o Papa Pio XII.
Monsenhor Karol, foi nomeado por Sua Santidade o Papa Pio XII para Bispo Titular de Ombi e Auxiliar de Cracóvia, em 04 de Julho de 1958, aos 38 anos de idade, tendo recebido a Sagrada Ordenação Episcopal como Bispo, na Catedral de Wawel, em 28 de Setembro de 1958, das mãos de Sua Excelência Reverendíssima Dom Eugeniusz Baziak, sendo Co-Consagrantes: Dom Boleslaw Kominek, Arcebispo de Wroclawe; e Dom Franciszek Jop, Bispo Titular de Daulia e Auxiliar de Sandomierz.
Em 13 de Janeiro de 1964, aos 43 anos, é nomeado Arcebispo de Cracóvia, tendo tomado posse em 08 de Março de 1964. A forma filosófica, que integrava os métodos e perspectivas de fenomenologia na filosofia Tomistica, de gerir as questões que se lhe apresentavam no dia a dia, estão relacionadas com a sua "devoção" ao pensador Alemão Mas Scheler. Participou em todas as sessões do Concílio Vaticano II, representou igualmente a Polónia em cinco sínodos internacionais de bispos entre 1967 e 1977.
Em 26 de Junho de 1967, aos 47 anos de idade, é elevado a Cardeal com o Título de Cardeal-Presbítero de São Cesario in Palatio, por Sua Santidade o Papa São Paulo VI.

Momento da Cerimónia

Em 16 de Outubro de 1978, aos 58 anos de idade, é eleito para o Trono de São Pedro, como Patriarca de Roma, sendo entronizado em 22 de Outubro de 1978. Foi o primeiro papa não italiano desde 1523.

Momentos da cerimónia após a Eleição

A sua enorme energia, número de viagens sem precedentes e forte conservadorismo religioso ajudaram a espalhar a influência do posto Papal tanto no mundo Católico como no mundo não Católico. A 13 de Maio de 1981, foi atingido a tiro e gravemente ferido durante uma tentativa de assassinato quando entrava na Praça de São Pedro, no Vaticano.

Momento do atentado

Pedra representativa, no lugar que foi o atentado de João Paulo II, praça de São Pedro

São João Paulo II publicou livros de poesia e, sob o pseudónimo Andrzej Jawien, escreveu uma peça de teatro, "A Loja do Ourives" (1960). Os seus escritos éticos e teológicos incluem "Amor Frutuoso e Responsável" e "Sinal de Contradição", ambos publicados em 1979. A sua primeira Encíclica, "Redemptor Hominis" (Redentor dos Homens, 1979), explica a ligação entre a redenção por Cristo e a dignidade humana. Encíclicas posteriores defendem o poder da misericórdia na vida dos homens (1980), a importância do trabalho como "forma de santificação" (1981), a posição da igreja na Europa de Leste (1985), os males do Marxismo, materialismo e ateísmo (1986) o papel da Virgem Maria como fonte da Unidade Cristã (1987), os efeitos destrutivos da rivalidade das superpotências (1988), a necessidade de reconciliar o capitalismo com a justiça social (1991) e uma argumentação contra o relativismo moral (1993).
A 11ª encíclica de São João Paulo II, "Evangelium Vitae" (1995), reitera a sua posição contra o aborto, controlo de natalidade, fertilização in vitro, engenharia genética e eutanásia. Defende também que a pena capital nunca é justificável.
A sua 12ª encíclica, "Ut Unum Sint" (1995) refere temas que continuam a dividir as igrejas Cristãs, como o Sacramento da Eucaristia, o papel da Virgem Maria e a relação entre as Escrituras e a Tradição.
Nos anos 80 e 90, São João Paulo II efectuou várias viagens, incluindo visitas a África, Ásia e América; em Setembro de 1993 deslocou-se às repúblicas do Báltico na primeira visita papal a países da Ex-União Soviética. São João Paulo II influenciou a restauração da democracia e liberdades religiosas na Europa de Leste, especialmente na sua Polónia natal. Reagindo ferozmente à dissidência no interior da Igreja, reafirmou os ensinamentos Católicos Romanos contra a homossexualidade, aborto e métodos "artificiais" de reprodução humana e controlo de natalidade, assim como a defesa do celibato dos padres.
No ano 2000, o Ano Sagrado em que a Igreja reflectiu os seus 2000 anos de História, São João Paulo II pediu perdão pelos pecados cometidos pelos Católico Romanos. Apesar de não ter mencionado erros específicos, diversos Cardeais reconheceram que o Papa se referia às injustiças e intolerância do passado relativamente aos não-Católicos. Nestes males reconhece-se o período das Cruzadas, da Inquisição e a apatia da igreja. O pedido de desculpas precedeu uma deslocação de São João Paulo II à Terra Santa.

Momento da Visita

São João Paulo II resistiu à secularização da igreja. Ao redefinir as responsabilidades da laicização, dos padres e das ordens religiosas, rejeitou a ordenação das mulheres e opôs-se à participação política e à manutenção de cargos políticos pelos padres.
Os seus movimentos ecuménicos iniciais foram dirigidos para a Igreja Ortodoxa e para o Anglicanismo, e não para o Protestantismo Europeu.

Com o S.S. Dimitrios I de Constantinopla, Patriarca Ecuménico em 30 de Novembro de 1979

Com o Patriarca Ecuménico S.S. Bartholomew I de Constantinopla

Com o Patriarca Ortodoxo da Roménia

Com o Papa e Patriarca Copta de Alexandria, Shenuda III

Com o Arcebispo Ortodoxo de Atenas

Com a Rainha Isabel II de Inglaterra

Com o Arcebispo de Cantuária e Primaz da Comunhão Anglicana, The Right Reverend Dr. Robert Runcie

Com o Principe Charles de Inglaterra e The Right Reverend Dr. Robert Runcie, Arcebispo de Cantuária e Primaz da Comunhão Anglicana,

Veio a falecer santamente atacado pelo mal de parkinson, em 02 de Abril de 2005, aos 84 anos de idade, no Vaticano, após dois dias de agonia, às 21h. 37m. de Roma, em seus aposentos no Palácio Apostólico: Contava 58 anos de Presbítero, 46 de Bispo, 11 de Cardeal e 26 Papa.

Momentos das Exéquias

Foi sem dúvida um dos maiores nomes da Igreja Católica de todos os tempos e uma dos mais influentes autoridades mundiais do século XX e princípios do XXI. Foi canonizado e elevado às honras dos Altares, em toda a nossa Jurisdição Canónica, pelo Decreto Primacial A030/GP, de 15 de Junho de 2005.

Decreto



Osculando o Al-Corão

Com o então Cardeal Ratzinguer, futuro Papa Bento XVI

Com Santa Teresa de Calcutá

Com São Roger Schutz em Taizé

Na companhia de Sua Eminência o Dom António Ribeiro, Patriarca de Lisboa na sua primeira visita pastoral a Portugal - 1982

Com Dom Júlio Tavares Rebimbas, Arcebispo-Bispo do Porto, durante a sua visita a Portugal em 1982

Com Dom Maurílio Gouveia, Arcebispo de Évora, em Vila Viçosa, durante a sua viagem a Portugal, em 14 de Maio de 1982

Com Dom Alberto Cosme do Amaral, Bispo de Leiria-Fátima

 

Arcebispo Primaz Katholikos

S.B. Dom ++ Paulo Jorge de Laureano – Vieira y Saragoça
(Mar Alexander I da Hispânea)


Home / Biografias Gerais / Patriarcas de Roma / Santos da Igreja


Última actualização deste Link em 01 de Outubro de 2011