Igreja Católica Ortodoxa Hispânica


Sr. Álvaro José Miguel Gomes Duarte

(Deposto e Reduzido ao Estado Laical)

 

O Sr. Álvaro José Miguel Gomes Duarte, nasceu em 31 de Julho de 1976, em Lisboa. Foi baptizado em 26 de Setembro de 1976 na Paróquia de Santo Estevão, em Lisboa, da Igreja Católica Apostólica Romana.

Certidão de Baptismo


Em 2003 converteu-se à Santa Fé Ortodoxa, na Igreja Apostólica Católica Ortodoxa onde recebe a Ordenação de Subdiácono das mãos de D. Armando da Costa Monteiro, Arcebispo Primaz.
Entre meados de 2003 e o primeiro trimestre de 2004, a falta de vivência cristã, o ambiente hostil entre clérigos e mesmo entre fiéis, muitas vezes com o consentimento e a iniciativa do próprio Arcebispo; as disputas e as intrigas vividas dentro da Igreja Apostólica Católica Ortodoxa eram mais que muitas, o que levou ao pronto
afastamento do então Padre Amador de Sousa José (em Fevereiro), e do Padre-Subdiácono Álvaro José Miguel Gomes Duarte "Marcos" (em 15 de Fevereiro). Por esse facto, não esteve presente no domingo, 15 de Março de 2004, em plena Eucaristia Dominical durante o enorme escândalo público na Igreja Apostólica Católica Ortodoxa, quando o próprio Arcebispo Primaz D. Armando da Costa Monteiro, tem manifestações de carácter espírita (psicopraxia) "recebendo a incorporação do Padre Pio de Pietrelcina" durante o momento da Oração Eucarística até ao final da Oração Pós-Comunhão, chegando a dar mensagens. Esse grave acto de apostasia e heresia foi presenciado pelo clero presente (o então Chanceler Apostólico, Monsenhor Paulo Jorge de Laureano; o Frei Humberto Rolo "Aloysius", e o Padre-Subdiácono Nuno Palma) e pelos fiéis, no qual existiu profanação e desrespeitando à santidade do lugar de culto.
Embora tivesse conhecimento do acto, regressou à comunidade em Setembro do mesmo ano à comunidade (após a mesma ter caído em apostasia e heresia).
Recebe a "ordenação diaconal " pelas mãos do "arcebispo primaz" sr. Armando da Costa Monteiro.
Em 01 de Novembro de 2005, Solenidade de Todos-os-Santos, é assistente na "ordenação presbíteral" do Frei Humberto Jorge Pereira Rolo "Aloysius" pelas mãos do "arcebispo primaz" sr. Armando da Costa Monteiro.

Unção

Em 2007, após abandonar a apóstata e herética comunidade do sr. Armando Monteiro, chega à plena comunhão com a Igreja Católica Ortodoxa Hispânica.
No dia 20 de Maio de 2007, é assistente na Sagrada Ordenação Episcopal do Sr. Fernão Manuel Canhão Marques Gomes (Deposto e reduzido ao Estado Laical em 29 de Junho de 2015), recebida das mãos de Sua Beatitude Dom Paulo Jorge de Laureano (Mar Alexander I da Hispânea), Arcebispo Primaz Katholikos e Presidente, tendo como Co-consagrantes: Sua Eminência Reverendíssima Dom Delberto Constantino Araújo de Aguiar, e Sua Eminência Reverendíssima Dom Luís Manuel dos Reis Gonçalves.

Oração Consecratória

Recebeu a Sagrada Ordenação Presbiteral das mãos de S.B. Dom Paulo Jorge de Laureano (Mar Alexander I da Hispânea), Arcebispo Primaz Katholikos, no dia 08 de Dezembro de 2007, Solenidade da Virgem Maria, Rainha de Portugal.

Ordenação Presbiteral

 

Na mesma ocasião foi nomeado Chanceler Apostólico da Igreja Católica Ortodoxa Hispânica, com o título de “Monsenhor”, assim como Mestre-de-cerimónias Primacial. Dada a sua condição foi-lhe atribuído um Brasão de Armas pessoal.

Chanceler Apostólico

Brasão de Armas

Mestre de Cerimónias Primacial

 

Em 12 de Abril de 2008, S.B. Dom Paulo Jorge de Laureano (Mar Alexander I da Hispânea) preside a pedido de Mar Valerian de Silio (Alfredo Mario Mingolla-Montrezza) ao Pontifical da Divina Liturgia, durante o qual Mar Valerian de Silio (Alfredo Mario Mingolla-Montrezza) Re-Consagra no Episcopado Ortodoxo e Transmite a sua Sucessão Apostólica a Monsenhor Dom Delberto Constantino Araújo de Aguiar, concelebrando Dom Luís Manuel dos Reis Gonçalves (Igreja Universal Ortodoxa Eslava); Sr. Fernão Manuel Canhão Marques Gomes; e o Monsenhor Álvaro José Miguel Gomes Duarte.

Momentos da Ordenação

No 07 de Fevereiro de 2009, em Lisboa, é concelebrante na Sagrada Ordenação Episcopal de Monsenhor Carlos Alberto Luconi, presidida por Dom Alfredo Mário Mingolla-Montrezza (Mar Valerian de Silio), Arcebispo de Buenos Aires - Argentina, da Igreja Ortodoxa Bielorrussa Eslava, juntamnete com S.B. Mar Alexander I da Hispânea (Dom Paulo Jorge de Laureano), Arcebispo Primaz Katholikos e Presidente da Igreja Católica Ortodoxa Hispânica; Dom Delberto Constantino Araújo de Aguiar, Arcebispo de Lisboa da Igreja Apostólica Luso-Hispânica; Dom Luís Manuel dos Reis Gonçalves, Arcebispo Titular da Lusitânia e Vigário Geral da Igreja Universal Ortodoxa Eslava; e pelo Sr. Fernão Manuel Marques Gomes (Deposto e reduzido ao Estado Laical em 29 de Junho de 2015), então Arcebispo Titular de Tarso e Vigário Primacial da Igreja Católica Ortodoxa Hispânica.

Interrogatório

Em 08 de Fevereiro de 2009, foi suspenso "ad divinis" por motivos de saúde, aplicando-se os Cânones. 241 e 440 §5.

Decreto

Em 17 de Abril de 2016 é deposto do cargo de Chanceler Apostólico, sendo na mesma ocasião DEPOSTO E REDUZIDO AO ESTADO LAICAL.

Decretos



Home / Biografias Gerais


Última actualização deste Link em 18 de Abril de 2016